Criando Projeto Java com JBoss Forge

 

Para não ficar perdendo tempo com essas configurações iniciais e são mais chatinhas de fazer, vamos preparar nosso projeto inicial com JBoss Forge.

Pra isso temos que entrar no site forge.jboss.org e rolar a barra de rolagem até o final e fazer o download do .ZIP de acordo com seu sistema operacional.

JBoss_Forge_img3

 

Agora já podemos descompactar lá na nossa workspace e vamos renomear dando um nome mais simples, como por exemplo forge.

Vamos acessar o prompt de comandos e ir até o caminho de nossa workspace e executar o arquivo forge: C:\Users\MeuUsuario\workspace> e chamar o comando

forge\bin\forge

Ele irá processar e pronto.

 

Agora basta digitar o comando abaixo e nosso projeto será criado.

project-new --named livrariavirtual

Uma coisa interessante do JBoss é que ele baseado no Maven então nosso projeto já vai ter o Maven configurado prontinho pra gente usar.

Vamos lá na nossa workspace e podemos verificar que já temos uma pastinha criada com o nome do nosso projeto livrariavirtual.

 

Agora vamos lá no Eclipse – File – Import e digitar maven e clicar em Existing Maven Projects

 

JBoss_Forge_img1

 

Vamos passar o caminho onde foi salvo nosso projeto, lá na workspace e depois é só dar um  Finish.

 

JBoss_Forge_img2

Teremos essa estrutura criada lá no nosso Eclipse. Não podemos esquecer de criar a pasta onde irão ficar as nossas views, então temos que criar a pasta WEB-INF e, como já dito, a pasta views.

JBoss_Forge_img4

Pronto, agora é só começar a programar.

 

 

Conexão com o Banco de Dados – Java

 

Vamos agora trabalhar nosso banco de dados de dentro do Eclipse.

Então vamos criar uma classe chamada ConnectionPool para podemos fazer nosso teste de conexão.

import java.sql.Connection;
import java.sql.SQLException;

import javax.sql.DataSource;

import org.hsqldb.jdbc.JDBCPool;

public class ConnectionPool {

   private DataSource dataSource;

    ConnectionPool() {
      JDBCPool pool = new JDBCPool();
      pool.setUrl("jdbc:hsqldb:hsql://localhost/loja-virtual");
      pool.setUser("SA");
      pool.setPassword("");
      this.dataSource = pool;
    }

    Connection getConnection() throws SQLException {
      Connection connection = dataSource.getConnection();
      return connection;
    }
}

 

Agora já podemos criar nossa classe teste chamada TestaConexao para verificar se o banco “levantou”.

import java.sql.Connection;
import java.sql.SQLException;

public class TestaConexao {

    public static void main(String[] args) throws SQLException {

      Connection connection = new ConnectionPool().getConnection();
      System.out.println("Conexão aberta com sucesso!!!");
      connection.close();
    }

}

 

Vamos agora executar (Ctrl+F11) e pronto!

Trabalhando_com_DB-Eclipse_img1.jpg



Thread

 

Supondo que queremos rodar dois executáveis simultaneamente em um ou mais processadores, como uma barra de progresso e um copiador de arquivos. Para que isso seja possível, iremos usar o Thread.

Vamos criar um exemplo para que se torne mais claro.

Vamos criar então 3 classes: TestaConcorrencia, BarraDeProgresso e CopiadorDeArquivos.

Sendo que  tanto na classe BarraDeProgresso quanto no CopiadorDeArquivos, iremos imprimir na tela sua execução 1000 vezes.

JavaOO_Thread_img1

 

JavaOO_Thread_img2

Agora vamos chamar a classe principal que vai mostrar essa execução de forma simultânea, fazendo com que os dois executáveis trabalhem juntos para o caso de mais de um processador ou de forma alternada no caso de apenas um processador.

JavaOO_Thread_img3.jpg

Try / Catch – Controle de Erros

 

Vamos começar agora a tratar erros com os comandos  Try / Catch e também usaremos aqui uma Exception para quando entrarmos com um valor invalido.

Então vamos lá…

Aqui vamos continuar com o exemplo de uma conta que irá receber um depósito negativo onde o sistema não pode aceitar esse valor retornando uma mensagem de erro.

Então vamos criar uma classe Conta com o método setDeposito() e nela vamos passar uma condição onde se o valor depositado for menor ou igual a zero você irá passar throw new IllegalArgumentException(); caso contrário você pode recebe o valor depositado.

JavaOO_try-catch_img1

 

Agora vamos fazer o nosso teste usando o try / catch.

JavaOO_try-catch_img2

Interfaces – Java Orientação a Objeto

 

Vamos estudar hoje como usar as Interfaces para facilitar o polimorfismo na hora em que temos que atribuir duas ou mais classes que necessitam uma mesma funcionalidade porém não são classes filhas de uma mesma classes.

Isso vai ficar mais claro no exemplo que vamos criar aqui. Então vamos fazer um exemplo bem simples para que o conceito seja completamente absorvido.

Vamos criar uma Interface chamada AreaCalcuavel e nela iremos criar o método calculaArea(), que será usado para todo cálculo de áreas geométricas.

 

JavaOO_Interface_img1

 

Uma vez criada a Interface, basta agora criarmos as classes de cada expressão geométrica. Aqui vamos criar do Quadrado, Retângulo e do Circulo.

Repare que para usarmos a Interface AreaCalcuavel temos que fazer alguma referência a ela dentro de cada classe que não é classe filha, mas que pretende usar essa funcão, para isso usamos o implements.

Classe do Quadrado:

JavaOO_Interface_img2

 

Classe do Retângulo:

JavaOO_Interface_img3

 

Classe do Circulo:

JavaOO_Interface_img4

 

Agora é só testar…

JavaOO_Interface_img5

Classes Abstratas – Java Orientação a Objeto

Aqui vamos montar um exemplo de classes abstratas para que possamos sempre recorrer a esse exemplo no caso dúvida quanto sua aplicação.

Então vamos criar uma classe abstrata Funcionario e nela os métodos getter  para Bonus e um setter de salario. Porém, como nós queremos apenas usar o bônus para uma determinada função (cargo), iremos chamar nosso método getBonus() também de abstrato apenas com a sua assinatura do método, sem que ele retorne nenhum parâmetro.

Já nas classes como no exemplo que criamos class Gerente e class Desenvolvedor que herdam da classe Funcionario, afinal, todo Gerente é um funcionário assim como todo Desenvolvedor também é um funcionário, usaremos o extends para a classe e o protected para que eu possa usar o atributo da classe que estou herdando.

 

JavaOO_Classes_Abstratas_img1
Bônus para Funcionário Desenvolvedor: 25%

JavaOO_Classes_Abstratas_img2

 

Bônus para Funcionário Gerente: 30%

JavaOO_Classes_Abstratas_img3
Também podemos gerar uma classe TotalizadorDeBonus para visualizar o total de Bônus dado para os Funcionários.

JavaOO_Classes_Abstratas_img4
Agora que todas as classes foram geradas já podemos testar no código com nossa classe main TestaFuncionario.

JavaOO_Classes_Abstratas_img5

Instalando Eclipse e o JDK – JAVA

Aqui eu vou mostrar passo a passo como fazer a instalação completa do Eclipse e sua JDK para quem quer programar em Java.

1º passo: entrar no Google e digitar java se (significa: Java Standard Edition). Irá aparecer logo no primeiro resultado da busca a opção para o site oficial da Oracle na parte de download, lá dentro você irá encontrar duas opções para download: Java ou NetBeans.

Como nossa intenção aqui é trabalhar com Eclipse, então iremos fazer o download  do JAVA.

 

Após clicar em JAVA seremos direcionados para página de agradecimentos onde vamos clicar em Accept License Agreement e escolher o link de acordo com nosso sistema operacional, que no meu caso, é um Windows x64 e fazer o download.

 

JavaSE_Download_img2

 

2º passo: agora vamos entrar no Google novamente e digitar java eclipse e assim como antes,  teremos logo no primeiro resultado da busca a opção do site oficial do Eclipse na parte de download.

Ao clicar no resultado seremos direcionados para página de download, onde podemos escolher fazer o download de acordo com nosso sistema operacional.

JavaSE_Download_img3

 

3º passo: após a finalização do download, agora já podemos começar a fazer a instalação. Vamos até a página aonde o download foi salvo e executar primeiramente a JDK.

Quando começar a execução do aplicativo, basta clicar em next até a finalização do mesmo.

 

JavaSE_Download_img4

 

4º passo: agora basta fazer a instalação do eclipse, que basicamente é muito simples. Aqui você deve escolher a opção Eclipse IDE for Java EE Developers, pois lá você terá um pacote mais completo para o uso da ferramenta.

 

JavaSE_Download_img5